Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




POIS É... SÃO OS NOVOS TEMPOS!

por O Fiscal, em 30.04.16

ESTA SEMANA NA COMISSÃO DE INQUÉRITO " BANIF ", NA AR, O DIRECTOR DO DEPARTAMENTO DE SUPERVISÃO DO BdP Sr. CARLOS ALBUQUERQUE DEIXOU NO AR POSSÍVEIS CULPAS DO PM Sr. ANTÓNIO COSTA NA SITUAÇÃO A QUE CHEGOU O BANIF, MAS, POR PARTE DA COMUNICAÇÃO SOCIAL DO "REGIME!" POUCO OU NENHUM RELEVO FOI DADO AO FACTO. PORQUE SERÁ? AH! SE FOSSE DO PEDRO!

DEIXO AQUI UMA RARA EXCEPÇÃO:

http://rr.sapo.pt/noticia/52930/banif_alto_quadro_do_banco_de_portugal_aponta_culpas_a_antonio_costa

28 Abr, 2016 - 20:52

 

Carlos Albuquerque revelou aos deputados que algumas notícias, em meados de Outubro do ano passado, degradaram a situação do banco.

O director do departamento de supervisão do Banco de Portugal, Carlos Albuquerque, admite que o primeiro-ministro, António Costa, está no lote de responsáveis políticos que diminuíram a confiança no Banif.

Carlos Albuquerque aponta culpas a António Costa

A posição do alto quadro do banco central foi manifestada esta quinta-feira na comissão de inquérito parlamentar à venda e resolução do Banif.

Carlos Albuquerque revelou aos deputados que algumas notícias, em meados de Outubro do ano passado, degradaram a situação do banco.

Perante a insistência da deputada do PSD, Emília Cerqueira, acabou por nomear António Costa.

“Foram notícias públicas por parte de alguns responsáveis políticos, não criticando mas colocando o Banif na esfera [dos bancos com alguma dificuldade]”, começou por dizer o director do departamento de supervisão do Banco de Portugal.

Questionado se António Costa é um desses políticos, Carlos Albuquerque começou por dizer: “Porventura, porque não estou absolutamente seguro”.

“Foram várias notícias que colocaram o Banif na esfera dos bancos com alguma dificuldade”, prosseguiu. Nomeadamente por António Costa? “Pode ser”, admitiu o alto quadro do Banco de Portugal.

Em causa estará uma entrevista de António Costa à TVI, a 18 de Outubro, em que falou de surpresas desagradáveis nas reuniões que teve com a coligação, em concreto no sistema financeiro.

Perante os deputados, Carlos Albuquerque reconheceu que a situação do Banif foi-se deteriorando junto da opinião pública e a entidade apresentava "especiais dificuldades de recuperação".

O responsável pela supervisão aponta o dedo a "desvios nos pressupostos económicos no plano de recapitalização" do banco firmado em 2013.

"O Banif não apresentava capacidade de reforço dos capitais próprios com recursos aos accionistas privados", sublinhou.

 

 

 

 

Renascença
Renascença

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D