Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




HOJE LEMBREI-ME... DO SEGUINTE!

por O Fiscal, em 28.10.15

ATENDENDO AO MOMENTO POLÍTICO QUE VIVEMOS, DESDE HÁ UNS MESES, MAS, MAIS CONCRECTAMENTE APÓS A IDA ÁS URNAS NO PASSADO DIA 4 DE OUTUBRO, ACHO CURIOSO QUE, SENDO A NOSSA "BENDITA!" COMUNICAÇÃO SOCIAL EM TANTAS OCASIÕES DE MANIFESTA " CONFUSÃO POLÍTICA!? «« TÃO LESTA »» NA ÂNSIA DO CABAL ESCLARECIMENTO PÚBLICO, EM PROCURAR IR OUVIR A OPINIÃO DE UNS CONHECIDOS     " SENADORES!? ", ATÉ AO MOMENTO, NÃO TENHAMOS SIDO "PRESENTEADOS!" COM O MAIS QUE "DOUTO!" PENSAMENTO DE FIGURAS COMO (v.g.) RAMALHO EANES - MÁRIO SOARES - JORGE SAMPAIO(como ex-PR´s) QUE VIVERAM MOMENTOS QUIÇÁ ALGO SEMELHANTES.... SERÁ QUE ANDAM DESAPARECIDOS?... SERÃO OS MÉDIA´s QUE NISSO NÃO ESTARÃO INTERESSADOS?... OU SERÃO AQUELES QUE A ISSO SE FURTAM?... AH! DIZ O CORREIO DA MANHÃ...TEM HAVIDO REUNIÕES(SECRETAS!?) DE ANTÓNIO COSTA COM AQUELAS PERSONALIDADES (pelo menos algumas) NA FUNDAÇÃO MÁRIO SOARES!?... SERÁ VERDADE? E CASO O SEJA, O QUE PENSAR? BEM, CADA UM DE NÓS TIRARÁ AS SUAS ILACÇÕES....

ADENDA - NEM A PROPÓSITO:

http://www.publico.pt/politica/noticia/actual-situacao-politica-e-normal-em-democracia-diz-eanes-1712867

 

“Actual situação política é normal em democracia”, diz Eanes

“A actual situação política é uma situação democrática normal”, disse esta sexta-feira António Ramalho Eanes, à margem de um almoço homenagem pelos seus 40 anos como máximo responsável da RTP, organizado por um grupo de trabalhadores da empresa num restaurante de Lisboa.

“A democracia é o conflito de ideias e de interesses, é um conflito, contudo tolerante, civil e que não utiliza armas”, considerou o antigo Presidente da República. Por isso considerou normal a actual situação política, salientando que a tensão existente faz parte.

“Não podemos olhar para a democracia como um regime de economia de tempo, a democracia são as eleições, as escolhas das eleições, é o tempo que as instituições demoram para se estabelecer, para receber os novos titulares”, disse.

Recorda-se que a posse, esta sexta-feira, do actual Governo e as já anunciadas moções de rejeição levaram sectores da esquerda política a considerar este processo como uma perda de tempo dada a inevitabilidade da queda do executivo liderado por Pedro Passos Coelho. Do mesmo modo, a adequação dos trabalhos da Assembleia da República à solução governativa também suscitou reparos, nomeadamente sobre a constituição e labor das comissões parlamentares.

Contudo, Ramalho Eanes não deixou de reflectir, de forma crítica, sobre o tom do actual debate político. “Vejo com preocupação a crispação dos dirigentes políticos que é desnecessária”, admitiu. Embora se tenha recusado a identificar a quem se referia, admitiu implicitamente vir a fazê-lo. “Só me vou pronunciar quando este ciclo político aberto pelas eleições tenha terminado”, concluiu.

Comentários:

 

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

Aposentado , Abrantes

Sempre tive respeito/admiração por Ramalho Eanes. Votei nele nas presidenciais de 1976 e 1980, aliás fiz parte, como independente, daquelas duas Cnarp´s(note-se, mesmo naquela última, em que Mário Soares à última hora tomou uma posição algo esquisita, que até hoje nem MS nem RE esclareceram devidamente e tal ocorrência não me levou a desconsiderar!? RE, como o fizeram muitos socialistas que também integravam a Cnarp, posteriormente). Mas devo confessar que desde há uns tempos para cá vem-se-me apoderando uma certa, quiçá, quase "desilusão eanista!?",que estas ora aqui considerações hoje feitas por RE sobre o actual momento político só vêm reforçar, porque, a insinuação(sem nomear destinatário`s) que deixa no ar ««vidé último & desta local»» está identificada por certos seus encontros!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D