Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




DUAS NOTÍCIAS DE HOJE.... BRINCADEIRAS?

por O Fiscal, em 27.04.16

1 - http://www.noticiasaominuto.com/pais/578947/ip-levanta-quinta-feira-restricoes-a-circulacao-na-ponte-de-abrantes

IP levanta quinta-feira restrições à circulação na ponte de Abrantes

As atuais restrições à circulação automóvel a veículos ligeiros e pesados sobre o tabuleiro da ponte metálica de Abrantes vão ser levantadas na quinta-feira ao final do dia, anunciou hoje a empresa Infraestruturas de Portugal (IP).

© Lusa

País Circulação Há 1 Hora POR Lusa

Em comunicado, a IP refere que a obra de requalificação da ponte metálica de Abrantes, que teve início em setembro de 2014, representa um investimento de 2,9 milhões de euros na "melhoria das condições de segurança e conforto dos utilizadores" desta ligação sobre o rio Tejo.


 

A IP, no mesmo documento, faz notar que "a intervenção na ponte irá decorrer até final do mês de maio", tendo observado que, "no entanto, com a conclusão esta quinta-feira, dia 28 de abril, dos trabalhos nas juntas de dilatação, terminam as intervenções sobre o tabuleiro e que obrigavam à implementação continuada de condicionamentos de tráfego".

O contrato da empreitada para a reabilitação da ponte metálica de Abrantes sobre o Tejo, obra orçada em 2,9 milhões de euros, a executar em 18 meses, foi assinado pela Câmara de Abrantes e pela Estradas de Portugal (EP) a 30 de janeiro de 2014, tendo a intervenção arrancado em setembro do mesmo ano, com a previsão de conclusão dos trabalhos para final de 2015.

Durante a segunda fase de intervenção, e desde fevereiro de 2015, na ponte que liga Rossio ao Sul do Tejo a Abrantes, com uma extensão de 368 metros, a circulação a veículos pesados ficou interditada, ficando o trânsito condicionado a uma faixa de rodagem para os veículos ligeiros, com circulação alternada e regulada por semáforos.

O transporte público de passageiros tem, desde então, uma circulação permitida até 20 toneladas, os peões podem andar por um dos passeios da ponte e a circulação livre é permitida apenas para ambulâncias, bombeiros e forças de segurança em situação de emergência.

Os desvios foram devidamente sinalizados ao longo dos percursos alternativos, sendo que as pontes mais próximas para ultrapassar o rio são as de Alvega/Mouriscas e de Chamusca, a 20 e 30 quilómetros, respetivamente.

A intervenção, segundo a então EP, "surge em antecipação à previsível degradação desta obra, atualmente classificada com um estado de conservação de nível três" (o nível cinco é o pior) e "visa a melhoria das condições de segurança e o conforto dos utilizadores".

Do programa de obra consta a realização de trabalhos de fundação e reforço dos pilares, reparação e proteção da estrutura metálica e das zonas de betão armado, repavimentação e impermeabilização do tabuleiro, beneficiação do sistema de drenagem, colocação de guardas de segurança e juntas de dilatação, reparação do sistema elétrico e substituição de todos os elementos danificados, bem como a limpeza geral da ponte.

Quanto à iluminação, segundo foi anunciado no arranque dos trabalhos, "toda a instalação existente será substituída e serão disponibilizadas soluções que visem a sua eficiência energética".

A pintura da ponte será também garantida com a realização da obra, cuja reabertura total ao tráfego conheceu quatro adiamentos.

2 - http://observador.pt/2016/04/27/marcelo-execucao-orcamental-referente-dados-do-anterior-orcamento/

Execução Orçamental

Marcelo: execução orçamental é referente a dados do anterior orçamento

O Presidente da República considera que os dados da execução orçamental referem-se ao orçamento anterior. O OE de 2016 só começou a ser aplicado depois do período em análise.

O Presidente da República considerou esta quinta-feira que os dados da execução orçamental dizem respeito ao anterior orçamento porque, embora contenham medidas adotadas pelo Governo socialista, o Orçamento do Estado para 2016 só começou a ser aplicado depois do período analisado.

Numa conferência de imprensa após um encontro com o homólogo polaco, Andrzej Duda, que está a realizar uma visita de trabalho a Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado pelos jornalistas sobre os dados da Direção Geral do Orçamento (DGO) divulgados na terça-feira, que dão conta de um défice orçamental, em contas públicas de 823,9 milhões de euros até março, mais 107,9 milhões de euros do que o registado no primeiro trimestre do ano passado.

 

“Os dados conhecidos ontem [terça-feira] respeitam ao primeiro trimestre. Quer isso dizer que embora já compreendam medidas adotadas pelo Governo, são ainda dados de aplicação do orçamento do ano passado”, explicou o Presidente da República.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, “o Orçamento para 2016 só começou a ser aplicado depois disso, o que quer dizer que só os dados do próximo mês e dos próximos meses mostrarão de forma mais clara a evolução da execução orçamental”.

 

O PORQUÊ:

NA NOTÍCIA SOB O Nº 1 - ANTES DE MAIS A FOTO NÃO ME PARECE DIZER RESPEITO À PONTE SOBRE O TEJO - ABRANTES/ROSSIO AO SUL DO TEJO. DUVIDA-SE QUE SEJA PARA ACREDITAR QUER NO QUE DIZ A IP SOBRE O LEVANTAMENTO DAS RESTRIÇÕES À CIRCULAÇÃO AMANHÃ QUER NO QUE VEM DIZENDO A CÂMARA MUNICIPAL DE ABRANTES SOBRE O REGRESSO À NORMALIDADE DO INSUFLÁVEL DO AÇUDE SOB A DITA PONTE, POIS JÁ POR VÁRIAS VEZES TAL FOI PROMETIDO E NICLES. O QUE SE VEM PASSANDO DESDE O VERÃO DE 2014 ATÉ HOJE É UM PURO TÉDIO(?) DEVIA FAZER CORAR DE VERGONHA DESDE OS RESPONSÁVEIS GOVERNAMENTAIS(IP), AOS AQUI AUTÁRQUICOS E ACABANDO NOS EXECUTANTES DA OBRA, AO MESMO TEMPO QUE É DE CENSURAR A LEVEZA DA COMUNICAÇÃO SOCIAL NO QUE DIZ RESPEITO À ABORDAGEM DESDE INÍCIO DE TAL TEMÁTICA,ISTO PARA NÃO FALAR DA PASSIVIDADE COMO NÓS PORTUGUESES CONTEMPORIZAMOS COM QUESTIÚNCULAS DESTAS/POIS É/É A VIDA(!).

NA NOTÍCIA SOB O Nº 2 - DE FACTO NÃO SE CONSEGUE PERCEBER SE MARCELO REBELO DE SOUSA VEM FALANDO/COMPORTANDO COMO PRESIDENTE DA REPÚBLICA OU COMO COMENTADOR DE OUTRORA TAL A AZÁFAMA MEDIÁTICA DE DEFENSOR DE UMA CERTA TEORIA(?). AQUI QUER DEITAR POEIRA PARA OS NOSSOS OLHOS. OS DADOS DE EXECUÇÃO ORÇAMENTAL VINDOS ORA A LUME DIZEM RESPEITO AO ANO DE 2016(1º TRIMESTRE) NÃO AO DE 2015. SE ACASO O SR. MRS O QUE NOS QUER DIZER É QUE O ORA OE SÓ ENTROU EM VIGOR EM 31 DE MARÇO, PELO QUE DE JANEIRO A MARÇO VIGOROU O REGIME DUODECIMAL DO DE 2015, SE CALHAR ESTÁ ESQUECIDO DAS MEDIDAS ENTRETANTO TOMADAS PELA "GERINGONÇA?" EM TERMOS DE RECEITA E DESPESA FORA DO OE/2015. ENFIM/É O QUE TÊMOS(!).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D