Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




AFINAL DE CONTAS... EM QUE FICAMOS?

por O Fiscal, em 02.11.15

A " VOZEARIA! " QUE SE INSTALOU... SOBRE SE «« ANTÓNIO COSTA / ÓRGÃOS DIRECTIVOS DO PS ESTARÃO OU NÃO A SER COERENTES NA ESTRATÉGIA QUE ESTÃO A SEGUIR COM VISTA À FORMAÇÃO DE GOVERNO RELATIVAMENTE AO QUE ANUNCIARAM PREVIAMENTE AO ELEITORADO »» COMEÇA A REVESTIR-SE DE ALGO UM TANTO INSUPORTÁVEL. VAMOS A FACTOS:

1 -

António Costa vai inviabilizar Orçamento se perder as eleições
18 Setembro 2015, 19:43 por Jornal de Negócios | jng@negocios.pt
Em entrevista concedida esta sexta-feira, 18 de Setembro, à Antena 1, o líder socialista sustentou que...
Se perder as eleições, o PS vai votar contra o Orçamento do Estado para 2016 que venha a ser apresentado pela coligação. A garantia dada pelo secretário-geral socialista já mereceu críticas da direita.

"É evidente que não viabilizaremos, nem há acordo possível entre o PS e a coligação de direita", afirmou António Costa, secretário-geral do PS, assegurando que se a coligação PSD/CDS vencer as eleições de 4 de Outubro os socialistas irão votar contra o Orçamento do Estado que venha a ser apresentado no Parlamento.

2 - https://www.facebook.com/SedeNacionalPartidoSocialista/videos/1070797039599286/

António Costa sobre o conceito de "arco da governação"


António Costa, a 30 de novembro de 2014, no XX Congresso do Partido Socialista: "(...) que fique claro: nós não excluiremos os partidos à nossa esquerda da responsabilidade que também têm de não serem só partidos de protesto mas de serem também partidos de solução para os problemas nacionais."
                                                                                +
http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/ps_recusa_ideia_de_arco_da_governacao_mas_be_critica_indefinicao_socialista.html
PS recusa ideia de "arco da governação" mas BE critica "indefinição" socialista
05 Janeiro 2015, 15:24 por Jornal de Negócios com Lusa
O secretário-geral do PS recusa o tradicional conceito de "arco da governação" que exclui as forças políticas à esquerda dos socialistas, mas a porta-voz do Bloco de Esquerda critica a "indefinição" e os silêncios" do PS.

Estas posições divergentes foram assumidas em declarações separadas feitas aos jornalistas, primeiro pelo secretário-geral do PS, António Costa, depois pela porta-voz do Bloco de Esquerda, após uma reunião entre as direcções destes dois partidos, que durou cerca de uma hora.

"O PS recusa o conceito de arco da governação, como se, por direito divino, só três partidos tivessem direito a ser partidos de Governo e que os portugueses estavam impedidos de escolher quem os governa. Em democracia todos os partidos têm a mesma legitimidade democrática, todos os partidos contam e os portugueses é que decidem como se formam as maiorias. O PS deseja ter maioria, mas fala com todas as forças políticas", declarou o líder socialista.

 

Interrogado se há alguma base viável para haver uma convergência com o Bloco de Esquerda após as eleições, António Costa

O PS recusa o conceito de arco da governação, como se, por direito divino, só três partidos tivessem direito a ser partidos de Governo.
 
António Costa

respondeu: "É sabido que entre o PS e o Bloco de Esquerda há pontos de vista muito diversos, mas também há matérias sobre as quais houve convergências".

 

"O futuro dirá como é que as coisas se passarão. O PS não exclui ninguém do debate político, do diálogo e da participação nas soluções dos problemas do país", frisou.

Logo a seguir, a porta-voz da direcção do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, disse que a sua força política concorda com a ideia referente à necessidade de o país mudar, "mas regista que no PS há indefinição sobre temas centrais".

Antes do encontro do Bloco de Esquerda, António Costa esteve reunido com o PSD. No final do encontro entre as delegações dos dois maiores partidos, António Costa disse que o país precisa de diálogo, mas frisou que o momento oportuno para acordos é depois das eleições do Outono.

PORTANTO - SE NOS CINGIRMOS, AO SUPRACITADO E AO QUE TÊMOS ESTADO A ASSISTIR DESDE O DIA 5 DE OUTUBRO, É UM FACTO, QUE, ANTÓNIO COSTA / ÓRGÃOS DIRECTIVOS PS ACTUAIS, DE MODO NENHUM  ESCONDERAM FOSSE O QUE FOSSE A QUALQUER PORTUGUÊS VOTANTE OU ABSTENCIONISTA A 4/10. MAS MAIS, SÓ QUEM TENHA ESTADO "DESATENTO!" OU QUEM TENHA ESTADO "CEGO DE ÓDIO POLÍTICO/PESSOAL PERANTE QUEM ERA PM!" DESPREZOU/DESCUROU A " PERSONALIDADE DE ANTÓNIO COSTA E SEUS PARES MAIS PRÓXIMOS! " E DAÍ MOSTRAREM-SE ORA SURPREENDIDOS COM O QUE ESTÁ A ACONTECER. SERÁ QUE NÃO PERCEBERAM DESDE MEADOS DE 2014(e ainda hoje) OS DISCURSOS DE ANTÓNIO COSTA(e seus apêndices!), MAS TAMBÉM DE CATARINA MARTINS E JERÓNIMO DE SOUSA?, NÃO VIRAM QUE OS MESMOS SÓ TINHAM EM MENTE UM OBJECTIVO(que só seria coartado caso a PaF vencesse com maioria absoluta em 4/10) TUDO...TUDO MESMO... FAZER " PPC/PM É QUE NÃO "?(quer PS ganhasse quer perdesse a favor de PaF sem maioria, daí, o não queremos nada com a direita, programa de governo nem interessa conhecer,rejeitamos, só o nosso conta, OE/16 PaF como sempre dissemos nem vale a pena o conhecermos não passará, não se deve perder tempo/AC a PM já). POR OUTRO LADO, HÁ QUE TER EM CONTA, QUANDO/O MODO/O PORQUÊ/ POR INICIATIVA DE QUEM/E COM QUE FINS ANTÓNIO COSTA CHEGOU À LIDERANÇA DO PS, POR OUTRO LADO É PRECISO NÃO ESQUECER AQUELE MOMENTO DA NOITE ELEITORAL DE 4/10 EM QUE ANTÓNIO COSTA, APÓS CONHECER OS RESULTADOS(embora então ainda um tanto baralhado/vg. ao nível de abstenção e mandatos) SE DIRIGE AOS APOIANTES E INFORMAÇÃO, SENDO PERCEPTÍVEL QUE OS SOCIALISTAS PRESENTES PARECIAM ESTAR QUIÇÁ À ESPERA DE UMA POSSÍVEL DEMISSÃO(face ao resultado a que nem sequer a uma vitória de "pilro!" se chegou mas sim a uma derrota em toda a linha, o que com toda a lógica seria expectável) MAS COSTA LOGO ATALHOU «« CALMA.. ..JÁ VÃO DIZER QUE SIM »» E FOI AÍ QUE SE INICIOU A " CAVALGADA PARA O PODER! " QUE É FORMAL, LEGÍTIMA E CONSTITUCIONAL, NÃO É UM GOLPE!?(em vista do sublinhado supra), MAS, QUE É POUCO ÉTICA...LÁ ISSO É...E...(como disse em tempos o socialista António Vitorino noutro contexto) HABITUEM-SE....

 


 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D