Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




PORTUGAL VERSUS GRÉCIA?

por O Fiscal, em 22.10.13

http://www.publico.pt/economia/noticia/rendimento-dos-gregos-diminuiu-40-em-cinco-anos-1609957

 

Rendimento dos gregos diminuiu 40% em cinco anos

Remunerações dos trabalhadores e prestações sociais em queda acentuada na Grécia.

Atenas tem sido palco de sucessivas manifestações desde a entrada da troika no país, em 2012 Nuno Ferreira Santos

 

Com a recessão e o impacto das medidas de austeridade adoptadas na Grécia, os rendimentos dos gregos tiveram uma queda abrupta em cinco anos. O rendimento disponível bruto diminuiu 29,5% entre o segundo trimestre de 2008 e o mesmo período deste ano, mostram dados divulgados nesta terça-feira pelo instituto estatístico helénico (Elstat). A queda chega a 40%, se for considerada a actualização do valor da inflação, refere a Reuters.

A aplicação de medidas de austeridade a partir da entrada da troika, em 2010, travou o consumo privado, que representa cerca de três quartos do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Os pacotes de restrição orçamental exigidos como contrapartida para o empréstimo internacional traduziram-se em sucessivos cortes na despesa pública e num aumento da carga fiscal.

A viver o sexto ano de recessão e com um desemprego num nível historicamente elevado (27,9% da população activa em Junho), a Grécia voltou este ano a registar uma degradação do rendimento disponível das famílias, resultado de uma diminuição acentuada dos salários dos trabalhadores e das prestações sociais.

Segundo o gabinete estatístico grego, o rendimento disponível dos agregados familiares caiu 9,3% no segundo trimestre face a igual período de 2012, encolhendo de 33.200 milhões de euros para 30.100 milhões. As remunerações dos trabalhadores caíram 13,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Ao mesmo tempo, as prestações sociais recebidas pelos agregados familiares diminuíram 12,4%.

No próximo ano, Atenas deverá aplicar um pacote de consolidação orçamental na ordem dos 4000 milhões de euros, mas as incertezas quanto ao cumprimento da meta do défice de 3% levaram a troika a defender a aplicação de medidas adicionais. O Governo liderado pelo conservador Antonis Samaras diz, porém, não ter margem para aplicar mais cortes na despesa pública ou para subir os impostos.

A Grécia foi o país da zona euro que, entre 2011 e 2013, fez o maior esforço de ajustamento orçamental, refere o jornal grego Kathimerini com base num relatório de trabalho da Direcção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia.

Segundo as previsões da troika e do Governo, a economia grega deverá cair 4% este ano, o que, a concretizar-se, significará uma queda do PIB de 25% entre 2008 e 2013. Para o próximo ano, é esperado pela missão externa um crescimento marginal de 0,6%.

 

  

Comentários:

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

Aposentado , Abrantes

Nós portugueses devíamos estar bem cientes do que aqui nos é dado a conhecer sobre a "triste situação" em que se encontram os gregos agora que parece estar em vias do 3º resgate..muitos dirão "ah! mas Portugal não é a Grécia"..pois..até certo ponto estou de acordo..mas se bem virmos o que anda á nossa volta talvez sejamos levados a concluir que embora um pouco melhores podemos mesmo descambar para uma quase colagem á em minha opinião já "trajédia grega"..basta para isso que se mantenham nos tempos mais próximos dois factos essenciais a que vimos assistindo neste "triste fado da nossa vivência"..UM..é a grande maioria dos portugueses se preocuparem essencialmente "com o seu umbigo"perante as exigências actuais..OUTRO..a manutenção de comportamento irresponsável de certas figuras da praça!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D