Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




MAS QUE " RAIO! DE GERINGONÇA "

por O Fiscal, em 26.08.16

https://www.publico.pt/politica/noticia/be-orcamento-rectificativo-e-a-consequencia-natural-da-recapitalizacao-publica-174230

Bloco de Esquerda assume que rectificativo é a "consequência natural" da recapitalização e PCP recusa dizer se votará contra ou a favor desse orçamento.

 
Esquerda reage à possibilidade de orçamento rectificativo

A deputada do Bloco de Esquerda Mariana Mortágua considerou nesta quinta-feira que "um orçamento rectificativo é a consequência natural da recapitalização pública" da Caixa Geral de Depósitos, defendendo que o dinheiro tem que servir para a manter como um banco estável.

"Um orçamento rectificativo é a consequência natural da recapitalização pública do Estado para o seu banco que é o banco público. Quem defende a recapitalização e quem defende que a Caixa se mantenha na esfera pública, logicamente não pode estar depois contra a injecção de dinheiro público na Caixa", disse Mariana Mortágua em declarações aos jornalistas no parlamento depois do ministro das Finanças ter admitido quarta-feira que a recapitalização da Caixa implicará um orçamento rectificativo se for realizada este ano.

Na opinião da deputada do BE, "é preciso é que esse dinheiro sirva o propósito de manter a Caixa como um banco estável, que garante que o sistema financeiro em Portugal funciona, que apoia a economia, que apoia as empresas e que funciona com transparência".

"Nós não votamos a favor de um diploma antes de conhecer esse diploma. Se o Bloco de Esquerda admite que a Caixa tem que ser pública e se a Caixa precisa de uma injecção de capital, não podemos estar contra o procedimento burocrático ou procedimento administrativo que permite essa injecção de capital público", respondeu quando questionada pelos jornalistas sobre se o BE vai aprovar esse mesmo orçamento rectificativo.

PCP reservado

Já o dirigente comunista Jorge Pires rejeitou pronunciar-se sobre o sentido de voto num eventual orçamento rectificativo para acomodar a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e o acordo com Bruxelas por não os conhecer. Contudo, o membro da comissão política do comité central do PCP admitiu contactos sob reserva com o executivo de António Costa e o PS, embora frisando que o seu partido será sempre contra a perda de postos de trabalho e a diminuição da atividade do banco público.

"A questão essencial é que a recapitalização da CGD seja concretizada, salvaguardando integralmente o carácter público do banco e garantindo que os pressupostos, designadamente o plano de reestruturação, se façam sem prejuízo da afirmação e ampliação do papel da CGD como instrumento essencial de uma política de crédito ao serviço do desenvolvimento do país e financiamento da economia, com respeito pela defesa dos postos de trabalho e direitos", disse.

Jorge Pires recusou "comentar cenários ou hipóteses" e sublinhou a prioridade em "conhecer integralmente todos os aspectos que rodeiam o acordo dado pela União Europeia (UE) à decisão de recapitalização". "Precisamos de conhecer o conteúdo, caso venha a existir esse orçamento rectificativo", vincou, acrescentando que "qualquer processo que centre a reestruturação no despedimento de trabalhadores e encerramento de balcões não vai nesse caminho" defendido e apoiado pelo PCP.

 

 

Comentários:

                                                                         

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

Aposentado , Abrantes

Apetece mesmo...mas...é que...apetece mesmo...dizer simplesmente...oh! homens e mulheres da "geringonça" não brinquem mais connosco, vocês infelizmente nem sequer sabem o que é ética em política. Vocês nem têm noção do ridículo. Vocês são capazes de dizer hoje que afinal " um copo " tal como o consideravam ontem agora já não o é mas sim uma " chávena ". Enxerguem-se. Tenham um pingo de vergonha. O nosso país tem séculos de história e não merecia tamanha classe política que por aí pulula e não se descortina por onde andarão os verdadeiros políticos vivos, que ainda os há pois é tal o seu silêncio ensurdecedor ao que se está a assistir...!!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:05


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D