Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Debate quinzenal marcado por "mexilhões", "lagostas" e BPN

http://www.publico.pt/politica/noticia/passos-coelho-defende-que-2015-oferece-perspectiva-mais-positiva-e-de-esperanca-167918

Passos Coelho defende que 2015 oferece “perspectiva mais positiva e de esperança”

Primeiro-ministro diz que Portugal tem actualmente um “crescimento saudável e sustentável”.

.............. a líder do BE acusou Passos de ter um tratamento diferenciado nestes dois casos: "Quando foi da comissão de inquérito ao BPN, o senhor primeiro-ministro e o seu Governo envolveram-se pessoalmente em negociações com o governo angolano para garantir a venda do BPN ao BIC"."É dificil perceber como é que na altura considerava que o seu Governo devia interceder junto das autoridades angolanas porque estava o interesse nacional em causa e agora não tem nada a ver com isto", afirmou, considerando ter havido uma “venda de favor ao capital angolano”, a que chamou os “novos donos disto tudo”.Estas afirmações levaram o primeiro-ministro a pedir a defesa da honra. Para lá da revolta pela acusação de “venda de favor”, que Passos classificou como “insinuações soezes” depois de garantir que não fazia nem pedia “favores a ninguém”. Jerónimo de Sousa haveria, depois, de criticar a “propaganda” de PassosCDS recupera “lagosta” socialista.O líder parlamentar do CDS aproveitou a maior parte da sua intervenção para confrontar o PS. Sobre a debate a propósito do “mexilhão”, foi ao passado recordar as PPP e outras despesas do Estado para as classificar como as “lagostas” da responsabilidade do PS. O "mexilhão" de Ferro e Jerónimo

Na resposta, o socialista Ferro Rodrigues tentou contrariar a ideia do primeiro-ministro de que quem "se tramava [com as políticas do Governo] não era o mexilhão”. Citou uma mão cheia de indicadores, como o desemprego, o aumento da pobreza infantil ou dos beneficiários do Rendimento Social de Inserção. “Trata-se ou não de mexilhão”, perguntou o líder parlamentar do PS, depois de acusar Pedro Passos Coelho de estar “em trânsito de uma estratégia neo-liberal para uma estratégia neo-populista”.

Numa intervenção posterior, Ferro concretizou o que entendia por “neo-populismo”, ao lembrar intervenções de Passos Coelho em que este se mostrou “satisfeito com a queda daqueles que chama os mais poderosos”........

NOTE-SE....O RECTRO É UMA SÚMULA DA DITA LOCAL....QUIÇÁ SEJA CONVENIENTE A LEITURA INTEGRAL.....

 

Comentários:

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

Aposentado , Abrantes

O "debate quinzenal",que vi,hoje na AR, foi um dos, senão mesmo o mais "desprestigiante!"que me foi dado ver..porquê?..é que..por um lado o PM sr. PPC, a certa altura do debate, perdeu o controle, quando reagiu, como reagiu(s/favores que todos fazemos e pedimos)a uma das intervenções da deputada BE srª CM(de facto é precisa muita pachorra para aturar certos modos,mas,a um PM/a quem se reconhece seriedade/impõe-se outra forma de reacção), por outro lado,de PCP-PEV o habitual(contra tudo e todos sem soluções concrectas)da maioria(lá vão fazendo o seu papel),mas e do PS(a alternância!)a estratégia "carpideira!" ie. não me comprometo/limito-me a atacar até que o poder me caia no colo(veja-se,o sr.FR atacava PPC s/ o nível do emprego/o rodapé do seu pc dizia"PRT o 3ºda UE c/+cresc.emprego").!!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D