Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



EM ADITAMENTO AO MEU POST DE 27 DE OUTUBRO E CONTINUANDO AINDA OS ACÓLITOS CONCENTRADOS NO ADRO DA IGREJA ESPÍRITO SANTO ENTREGUES Á LEITURA DE UMA TAL BÍBLIA,COM VISTA Á ELUCIDAÇÃO DE TODOS OS " FIÉIS! " EIS QUE ELES SÃO POSTOS PERANTE MAIS UM " ALERTA! ":

http://expresso.sapo.pt/administracao-de-salgado-praticou-atos-ruinosos=f897360

Administração de Salgado praticou atos ruinosos

Revelados pela SIC, os resultados da auditoria forense feita ao BES apontam para que a equipa de Ricardo Salgado possa vir a ser acusada da "prática de atos ruinosos" na gestão do banco, por ter promovido transferências de centenas de milhões de euros para fora do banco através de quatro sociedades off-shore.


A auditoria forense feita ao BES, encomendada pelo Banco de Portugal, descobriu que foram feitas transferências de capital para fora do banco através de quatro sociedades off-shore, nas últimas semanas em que a anterior administração do BES esteve em funções, segundo revela a SIC este domingo.

"Estas quatro sociedades estão localizadas nas ilhas britânicas do canal da Mancha. Os veículos em off-shore foram usados secretamente para fazer ", pagamentos de muitas centenas de milhões de euros, nas poucas semanas entre o anúncio da saída de Ricardo Salgado do BES e a entrada da nova equipa de Vitor Bentoexplica a SIC, que avança em primeira mão os resultados da auditoria que vai ser dada como terminada na próxima sexta-feira.

A antiga administração do BES, como um todo, poderá vir a ser acusada da "prática de atos ruinosos na gestão do Banco Espírito Santo por ter promovido estas transferências".

A SIC avança ainda, com base nos resultados da auditoria feita pela consultora Deloitte, que esses atos ruinosos "levaram à descapitalização do banco aumentando o buraco do BES em mais de mil milhões de euros e agravando o risco de insolvência."

As transferências de capital que estão em causa foram feitas "contra as ordens do Banco de Portugal que tinha instalado um regime de separação do banco face ao grupo Espírito Santo."

Ainda não se conhecem os beneficiários dessas transferências. No entanto, diz a SIC, "as suspeitas recaem sobre membros da própria família Espírito Santo e sobre entidades ou partes relacionadas com o BES". Se se confirmarem, em causa está um "claro favorecimento de alguns accionistas e clientes do banco em detrimento de todos os outros, descapitalizando a instituição bancária e empurrando-a para a insolvência", representando uma violação de regras prudenciais de gestão de entidades bancárias. 

ESTÁ CLARO...QUE A CONFUSÃO ESTÁ INSTALADA EM TODOS OS OCUPANTES DO ADRO DA IGREJA, PERANTE QUIÇÁ UM CHORRILHO DE INFORMAÇÃO/CONTRA-INFORMAÇÃO(?) E ALGUMA " INÉRCIA! " DE CERTAS ENTIDADES RESPONSÁVEIS(ADMINISTRATIVAS E JUDICIAIS), PELO QUE, COMEÇA A HAVER NELES ALGUMA DESCONFIANÇA, PERANTE, POR UM LADO INTERESSES DE CERTOS " PREGADORES! " E POR OUTRO MANIFESTAS MANOBRAS DE IMPEDIMENTO DA REALIZAÇÃO DA PROCISSÃO A QUE SE DISPUSERAM....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23


BRIGADAS DO REUMÁTICO?

por O Fiscal, em 11.11.14

NA VERDADE NUNCA NO NOSSO PAÍS SE VIRAM TANTAS " BRIGADAS DO REUMÁTICO! ". SOBRE ESTA TEMÁTICA, ESCREVE HOJE NO JORNAL PÚBLICO, EM SEU ARTIGO DE OPINIÃO, O JORNALISTA SR. JOÃO MIGUEL TAVARES:

http://www.publico.pt/politica/noticia/a-nova-brigada-do-reumatico-1675760

Opinião

A nova Brigada do Reumático

A lista de sexagenários e septuagenários que são ou já foram da área do PSD e que dizem de Pedro Passos Coelho o que Maomé não disse do toucinho é impressionante.

Miguel Veiga deu ontem uma entrevista a este jornal a defender a subida ao poder de Rui Rio, para que faça “uma limpeza desejável no PSD”. Luís Mira Amaral deu uma entrevista no sábado ao DN a desancar de cima abaixo Moreira da Silva, a quem chamou “ministro do CO2” e a quem acusou de ter “um discurso de talibãs verdes” por se atrever a taxar as gasolineiras. José Miguel Júdice tem-se desdobrado em entrevistas para demonstrar o seu apoio a António Costa – segundo ele, “o político mais dotado da sua geração” e “a pessoa mais indicada para liderar o país nesta conjuntura”.

A lista de sexagenários e septuagenários que são ou já foram da área do PSD e que dizem de Pedro Passos Coelho o que Maomé não disse do toucinho é impressionante. Uns sonham com Rui Rio (Miguel Veiga), outros com António Costa (José Miguel Júdice), outros nem com um, nem com outro (Mira Amaral), mas todos eles têm em comum uma profunda aversão a Passos Coelho e ao seu governo. Só que a aversão deles não é igual à aversão do desempregado, do operário, do funcionário público, do reformado, nem sequer à aversão de Pacheco Pereira – a sua aversão deriva da maior dificuldade que certos privilegiados hoje têm em aceder e em influenciar o poder político. Aquilo que os incomoda não é o destino dos pobres. Aquilo que os incomoda é a crise, pela primeira vez, ter chegado aos ricos.

O embate de Moreira da Silva com o poderosíssimo sector das petrolíferas, o famoso “não” de Maria Luís Albuquerque a Ricardo Salgado ou a actual recusa do governo em actuar na PT são das poucas decisões realmente decentes que o governo de Pedro Passos Coelho tomou – critiquem-no por tudo e um par de botas, mas não por isso. Infelizmente, os privilegiados do regime fazem outras contas. Luís Mira Amaral está à frente do BIC de Isabel dos Santos e a gerir as ruínas do BPN, compradas ao preço da chuva. Miguel Veiga é um “fundador” do PSD que há dois meses teceu inacreditáveis loas a Ricardo Salgado (“um homem com mão de ferro em luva de veludo”) numa vergonhosa “reportagem” da RTP, criticando de caminho Carlos Costa por ter acusado Salgado de forma “tendenciosa, prematura e injustificada”.

E José Miguel Júdice, claro está, é José Miguel Júdice, só comparável à forma como Daniel Proença de Carvalho é Daniel Proença de Carvalho. Quando questionado pelo jornal i acerca da natureza dos problemas do Grupo Espírito Santo, Júdice respondeu assim: “A maior parte dos problemas do Grupo Espírito Santo resulta de a família não ter sido devidamente paga depois de expropriada.” É isso mesmo. A culpa de milhares de milhões a voar é sobretudo da injustiça das indemnizações há um quarto de século. Ah, já agora: segundo José Miguel Júdice, “Zeinal Bava, Henrique Granadeiro ou Ricardo Salgado são excelentes profissionais em qualquer parte do mundo.” Em qualquer parte do mundo, excepto em Portugal.

Receio bem que esta nova Brigada do Reumático, tal como a antiga, tenha uma enorme tendência para confundir os interesses de Portugal com os seus próprios interesses e a manutenção dos seus privilégios. É por isso que convém separar os campos da crítica ao governo com a precisão de um bisturi: a classe média tem mil e uma razões para se queixar de Passos Coelho, mas as suas razões não são as razões das classes altas representadas por Júdice, Veiga ou Mira Amaral. Os primeiros sonham com melhores políticos. Os segundos só sonham com políticos do antigamente. E eu, para esse peditório, já dei.

ORA...DIRIA EU «« GOSTARIA DE TER ESCRITO ISTO »»...MAS... ACRESCENTARIA NUMA TAL BRIGADA, MAIS UNS NOMES PPD´s/PSD´s, VG., MARCELO REBELO DE SOUSA, MARQUES MENDES, MANUELA FERREIRA LEITE, TODOS DE FACTO NUTRINDO UMA ATROZ AVERSÃO A PEDRO PASSOS COELHO, DERIVADA ALÉM DO APONTADO POR JMT POR UMA QUIÇÁ " DOR DE COTOVELO " AO VEREM «« UM GAROTO,IGNORANTE E IDIOTA(SIC. MÁRIO SOARES) »» ASCENDER AO QUE ELES NUNCA CONSEGUIRAM, SENDO DESEJÁVEL QUE AQUELES QUE JMT COLOCA DO OUTRO LADO DA CRÍTICA A PPC, NÃO SE DEIXEM EMBALAR PELO CANTO DE SEREIA DESTA TRUPE DE BRIGADA ALARANJADA OU ROSADA QUE POR AÍ PULULA, POIS SE AMBICIONAMOS MELHORES POLÍTICOS, POR ENQUANTO ELES NÃO SÃO VISÍVEIS..." EU TAMBÉM PARA ESSE PEDITÓRIO JÁ DEI "....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:17


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D