Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




NÃO PODIA ESTAR MAIS DE ACORDO!

por O Fiscal, em 07.11.14

http://www.publico.pt/politica/noticia/ps-quer-saber-quantas-accoes-do-bes-se-transaccionaram-na-vespera-da-resolucao-1675495

PS quer saber quem transaccionou acções do BES na véspera da resolução

Requerimento entregue ao presidente da comissão de inquérito pretende conhecer os fluxos registados pela CMVM de compra e venda de acções do banco, nos quatro dias finais de existência do banco.

O segredo pode ser a alma do negócio. Mas, neste caso, o segredo era mesmo obrigatório para que o negócio fosse legal. Muitas pessoas, em instituições públicas – Governo, Banco de Portugal, Comissão Europeia – sabiam que algo se estava a passar no BES. Mas os títulos do banco continuaram a ser transaccionados, enquanto decorria o processo da “resolução”. Só às 15h52 de sexta-feira 1 de Agosto foram suspensas as transacções de títulos, por decisão do regulador bolsista.

Nessa altura, as acções do BES já tinham perdido mais de dois terços do seu valor. O banco anunciara, dois dias antes, no dia 30, um prejuízo semestral de 3,6 mil milhões de euros. A queda do valor dos títulos foi dramática: de 35 cêntimos para apenas 12, quando a CMVM decidiu intervir. Mas, entre uma coisa e a outra, houve muita informação reservada a circular.

A Direcção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia publicou, no seu site, uma nota sobre a resolução do BES, a 30 de Julho, três dias antes de a CMVM ter sido informada.

No dia 31 de Julho, uma quinta-feira, o Conselho de Ministros reuniu-se para aprovar um diploma – o Decreto-lei 114-A/2014 – que introduzia o novo “enquadramento para a recuperação e a resolução de instituições de crédito e de empresas de investimento”, antecipando a entrada em vigor de legislação comunitária. E, como vimos, só um dia depois é que as acções foram suspensas.

O Banco de Portugal só comunicou ao país a sua decisão a 3 de Agosto.

Por isso, os deputados socialistas que integram a comissão de inquérito ao Grupo Espírito Santo querem ter acesso à informação que pode ajudar a perceber se alguém usou, ou não, de informação privilegiada, durante os dias em que o segredo sobre o possível fim do BES era conhecido em alguns círculos.

No requerimento enviado a Fernando Negrão, Pedro Nuno Santos, coordenador do PS naquela comissão, pede para que seja revelado o “volume transaccionado em acções do BES, entre 28 de Julho e 1 de Agosto de 2014” e que essa informação venha detalhada, ou seja, que também seja identificado quem o fez.

O requerimento pede a “percentagem de clientes institucionais e percentagem de clientes não institucionais” envolvidos nessas transacções  e com a indicação precisa “por dia” e  “por hora”.

Comentários:

 

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

Aposentado , Abrantes

Estou em total acordo com esta " exigência! " do PS... de facto seria conveniente saber quem se aproveitou de informação previlegiada, no período imediatamente antecedente ao dia 3 de Agosto último, mas, acrescentaria aos elementos solicitados pelos socialistas(quem transaccionou acções até sexta-feira-dia 1/8 ás 15h52m e seu volume) também ao nível de depósitos superiores a 100.000 euros, quem levantou e seu montante...quiçá estas pretensões esbarrem no tal " sigilo bancário ", mas, como está em causa pedido de uma Comissão de Inquérito Parlamentar ao " Besgate "!... é que, quer-me parecer, que teríamos surpresas «« do arco da velha »»...!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:19


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D