Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




ELE HÁ CADA " TOLICE " !

por O Fiscal, em 09.04.14

POR VEZES HÁ QUEM QUEIRA TOMAR-NOS POR " UNS TOLINHOS "....AQUI FICA PARA MIM UM EXEMPLO:

 

http://www.publico.pt/economia/noticia/passos-sonda-acordo-antes-do-fim-do-resgate-ugt-rejeita-participar-no-folclore-eleitoral-1631586

 

 

Passos sonda acordo antes do fim do resgate, UGT rejeita participar no “folclore eleitoral”

 

 

Carlos Silva só está disponível para um acordo depois das europeias. CAP admite actualização do salário mínimo ainda este ano, CCP quer contrapartidas para futuro.

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, que nesta quarta-feira foi recebido pelo primeiro-ministro numa ronda de audições de Passos Coelho com os parceiros sociais, reafirmou a disponibilidade da central sindical em negociar um acordo onde se preveja o aumento imediato do salário mínimo para os 500 euros e outras matérias laborais.

Mas rejeita fazê-lo durante o calendário que antecede a saída oficial da troika, a 17 de Maio, e as eleições europeias em Maio, dia 25 desse mês....

À saída do encontro com Passos Coelho, Carlos Silva afirmou: “Temos todas as condições para conseguir um acordo” entre as eleições e o início do Verão.

 

Segundo o secretário-geral da UGT, o primeiro-ministro referiu que seria “importante” a celebração de um acordo antes da saída do fim do período oficial do empréstimo da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional.

 

“Se houver condições da parte dos parceiros sociais para haver um acordo antes da saída da troika, era importante como sinal à troika de que há um amplo consenso social e isso seria importante até para os mercados financeiros”, disse Carlos Silva, referindo-se à opinião transmitida por Passos Coelho. “Acordos de concertação: depois de 25 de Maio”, insistiu.

 

“A UGT reafirmou aquilo que já tem vindo a dizer nos últimos dias: nós não estamos em condições nem queremos participar no folclore eleitoral, entendemos que há eleições no dia 25 de Maio e que se é necessário haver um acordo até ao Verão, vamos ver qual é a disponibilidade do Governo”, insistiu, ironizando: “O Verão começa a 21 de Junho…”...Nem a questão do salário mínimo, nem um compromisso de muito curto prazo foi abordado na reunião de Passos com a delegação da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), diz António Saraiva....Questionado se Passos considerou importante haver um compromisso ainda antes da saída oficial da troika, como referido pela UGT, António Saraiva disse que em relação à CIP a questão “não foi suscitada....

 

Comentários:

 

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

 

Aposentado , Abrantes

 

 

Será que estamos sempre condenados a ver os parceiros sociais mais interessados em criar confusão em vez de esclarecimento?..veja-se por exemplo as suas reacções hoje após audições com o PM..uns deixam entendido que houve matéria á mesa que logo outros contrariam..há quem deixe subentendido que o PM. estará a forçar um possível acordo de carácter imediato com fins interesseiros(face á saída da troika e ás eleições europeias) o que outros não confirmam..o que leva há dúvida na cabeça de quem os houve "mas afinal o que é que eles foram fazer a São Bento?"..para mim contudo não tenho qualquer dúvida sobre a posição da UGT na pessoa do seu SecºGeral sr. Carlos Silva á disponibilidade para negociar sim mas agora não / só depois do final de Maio(é que o governo de PPC cfr.Mário Soares já foi)!!!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:05


CÁ TEMOS MAIS UMAS " BICADAS " !

por O Fiscal, em 08.04.14

NESTA TERÇA FEIRA LÁ TIVEMOS MAIS UMAS DICAS...DE QUEM?...ORA...DO SR. MÁRIO SOARES...NOVAS OU VELHAS?...ORA...JÁ COM " BARBAS "....MAS...VAMOS A ELAS:

http://www.publico.pt/politica/noticia/mario-soares-quer-que-pgr-questione-durao-barroso-sobre-bpn-1631436

 

Mário Soares quer que PGR questione Durão Barroso sobre BPN

 

 

Barroso fez acusação "infame ao tentar incriminar Vítor Constâncio", escreve o antigo Presidente da República.

O antigo Presidente da República Mário Soares defende que o ex-primeiro-ministro Durão Barroso deve ser questionado pela Justiça sobre o caso BPN e os alegados avisos que fez ao então governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio.

Num artigo de opinião publicado na edição desta terça-feira do Diário de Notícias, Mário Soares critica o actual presidente da Comissão Europeia por "vir levantar inoportunamente o caso do BPN, em que tantos dos considerados culpados estão em liberdade e nunca foram julgados", acusando José Manuel Durão Barroso de ter perdido "a habilidade política".

Para Mário Soares, Durão Barroso — político que o ex-Presidente socialista admite "não apreciar", por achar que "a sua ambição o perde e o seu país para ele não conta" — fez ainda uma acusação "infame, ao tentar incriminar Vítor Constâncio".

O antigo governador do Banco de Portugal é, na opinião de Mário Soares, "um homem impoluto, de reconhecida dignidade e inteligência", o que torna "imperdoável" as declarações de Durão Barroso.

Amigo de Cavaco?
O jornal Expresso publicou há duas semanas uma entrevista na qual Durão Barroso dizia que enquanto foi primeiro-ministro (entre 2002 e 2004) chamou por três vezes o então governador do Banco de Portugal a São Bento para "saber se aquilo que se dizia do BPN era verdade", indicando possíveis irregularidades no banco nacionalizado pelo Estado em 2008.

Uma crítica que Mário Soares classifica como "um tiro no pé", questionado se "a sua ambição" não terá mesmo passado por cima da sua amizade com o actual Presidente, Aníbal Cavaco Silva.

"Será que ainda é amigo do Presidente Cavaco Silva ou já não é? Tenho as minhas dúvidas. Visto que todo o país sabe que o Presidente tem algo a ver com o caso do BPN", refere.

Comentários:

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

 

Aposentado , Abrantes

 

 

Ultimamente tenho andado muito crítico das posições do sr. Mário Soares..as suas opiniões semanais publicadas ás 3ªs feiras no diário de notícias transformaram-se prática e exclusivamente há muito num "claro escárnio"de pessoas eleitas democráticamente - vg. srs. Cavaco Silva/PR, Passos Coelho/PM e Paulo Portas/Vice PM..mas desta vez tenho de aplaudir em parte a sua "douta opinião!"..é que também concordo que a PGR devia apressar-se a ouvir o sr. Durão Barroso sobre "o BPN"(e já agora porque não a procuradoria aproveitar para ouvir sobre a mesma temática outras figuras da nossa praça / impolutas ou corruptas cfr.MS) mas exigir-se-lhe-ia que já agora ouvissem também o sr.MS..é que pelo que tem dito e escrito ele deve saber de certos pormenores(vg porque é que o PR não está a ser julgado)!!!

 

MAS AQUI O JORNAL PÚBLICO SÓ TRANSCREVE UMA DAS " DICAS "«« O BPN »»...NO TAL ARTIGO DE OPINIÃO HÁ MAIS...QUE É:

http://www.noticiasaominuto.com/politica/200483/maio-vai-ser-um-mes-fatal-para-o-governo-e-seus-apaniguados

 

Soares "Maio vai ser um mês fatal para o Governo e seus apaniguados"

 

O antigo Presidente da República, Mário Soares, destinou grande parte do seu artigo de opinião desta terça-feira no Diário de Notícias, à controvérsia instalada entre o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e Vítor Constâncio a propósito do caso BPN. Mas o histórico socialista não perdeu, uma vez mais, a oportunidade de atirar umas quantas farpas ao Governo de Pedro Passos Coelho, numa altura em que as eleições europeias estão à porta.

 

Política

Maio vai ser um mês fatal para o Governo e seus apaniguados

"Maio vai ser um mês fatal para o Governo e para os seus apaniguados". O vaticínio é feito na coluna que o antigo Presidente da República, Mário Soares, assina no Diário de Notícias. O histórico socialista não tem dúvidas, pois, de que este Executivo "cego e surdo" irá cair "dentro de, o mais tardar, um mês e pouco", e, aí, "a verdade virá à tona da água". 

 

Contudo, embora não tenha deixado passar em claro o já habitual ataque ao Governo em funções, é sobre Durão Barroso, ou melhor, sobre a celeuma gerada em torno do caso BPN, que envolve também Vítor Constâncio, que Soares se debruça com mais detalhe. Assim, defende que o antigo primeiro-ministro, e hoje presidente da Comissão Europeia, deve ser questionado pela Justiça acerca dos alegados avisos que fez ao então governador do Banco de Portugal.

 

Soares critica Barroso por "vir levantar inoportunamente o caso do BPN, em que tantos dos considerados culpados estão em liberdade e nunca foram julgados", acusando-o de ter perdido "a habilidade política", e de ter feito uma acusação "infame, ao tentar incriminar Vítor Constâncio".

 

Já o antigo governador do Banco de Portugal é, na opinião de Mário Soares, "um homem impoluto, de reconhecida dignidade e inteligência", o que torna "imperdoável" as declarações do social-democrata.

 

Saliente-se que o jornal Expresso publicou há duas semanas uma entrevista na qual Durão Barroso dizia que enquanto foi primeiro-ministro (entre 2002 e 2004) chamou por três vezes o então governador do Banco de Portugal a São Bento para "saber se aquilo que se dizia do BPN era verdade", indicando possíveis irregularidades no banco nacionalizado pelo Estado em 2008.

 

Uma crítica que o histórico socialista classifica como "um tiro no pé", questionado se "a sua ambição" não terá mesmo passado por cima da sua amizade com o atual chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva.

 

"Será que ainda é amigo do Presidente Cavaco Silva ou já não é? Tenho as minhas dúvidas. Visto que todo o país sabe que o Presidente tem algo a ver com o caso do BPN", remata.

 

PRECISAMENTE...A DICA QUE FALTAVA...ERA ESTA SUPRA...A DE QUE NOS LIVRAREMOS DO GOVERNO DE PPC/PP ATÉ AO FINAL DE MAIO...E ESTA HEN?....

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42


MAIS UMA VEZ?...JORNALISMO!

por O Fiscal, em 07.04.14

EM ADITAMENTO AO MEU POST DE 24 DE MARÇO ÚLTIMO " JORNALISMO! "...PARECE(DIGO PARECE PORQUE NÃO SOU SEGUIDOR MAS VOU VENDO NA INTERNET)QUE FOI PARA O AR ONTEM " O SEGUNDO CAPÍTULO " DE ALGO QUE MAIS SE ME AFIGURA PODER ATÉ ESTAR A TRANFORMAR-SE MESMO QUIÇÁ NUMA " TELENOVELA " COM VISTA AO COMBATE DA CONCORRÊNCIA...SE POR UM LADO GOSTO DE UM CERTO " JORNALISMO Á SÉRIO " ACHO QUE AQUI ELE PODE VIR A SAIR PREJUDICADO....AQUI FICA O RESUMO PARA ANÁLISE:

http://www.publico.pt/politica/noticia/socrates-e-rodrigues-dos-santos-mantem-polemica-na-rtp-mas-tvi-e-marcelo-continuam-a-ganhar-1631374

 

Sócrates e Rodrigues dos Santos mantêm polémica na RTP, mas TVI e Marcelo continuam a ganhar

 

 

Jornal das 8 da TVI teve no domingo mais 900 mil espectadores do que o Telejornal da RTP1


Nem a mudança de filosofia na abordagem dos pivots da RTP ao comentário de José Sócrates e uma nova polémica entre o ex-primeiro-ministro e o jornalista José Rodrigues dos Santos em plena emissão conseguiram fazer o Telejornal descolar nas audiências.

Este domingo, o Jornal das 8 da TVI com o comentário de Marcelo Rebelo de Sousa voltou a deixar o Telejornal da RTP1 à distância de 900 mil espectadores, de acordo com os dados da GfK disponibilizados pela Marktest/Mediamonitor.

O Jornal das 8 foi o programa mais visto do dia, registando 32,8% de share e 15,5% de rating, o que corresponde a 1,5 milhões de espectadores. Já o Telejornal ficou em décimo lugar, com uma quota de audiência de 13,4% e 7,9% de rating, o que significa uma média de 600 mil espectadores. O programa mais visto da RTP foi o concurso de talentos musicais The Voice Portugal, que ficou em terceiro lugar no top 15, com um milhão e 84 mil espectadores, a seguir ao também concurso A Tua Cara Não Me É Estranha: Kids, da TVI, seguido por 1,375 milhões de pessoas.

A 23 de Março José Sócrates mudou de interlocutor no Telejornal da RTP, que passou a ser conduzido alternadamente por José Rodrigues dos Santos e João Adelino Faria. Nesse dia, o jornalista José Rodrigues dos Santos questionou José Sócrates sobre algumas discrepâncias no seu discurso enquanto primeiro-ministro e agora como comentador.

O antigo governante e ex-líder do PS admitiu em directo que não estava “preparado” para este formato diferente e para ser confrontado e avisou que se iria preparar melhor para futuros comentários. O episódio levantou alguma discussão sobre o tipo de formato que estava em causa na intervenção de José Sócrates – se se deve tratar de mero espaço de comentário em que o convidado diz o que quer, ou se este deve poder ser questionado e confrontado, num registo quase mais perto da entrevista.

A RTP já disse que a nova filosofia, mais dinâmica, é para manter e José Rodrigues dos Santos justificou que cumpriu o seu papel enquanto jornalista. Este domingo, Sócrates e Rodrigues dos Santos voltaram a partilhar a mesa do Telejornal e houve alguma animosidade latente durante a conversa que versou, em boa parte, a entrevista de Durão Barroso ao Expresso, na passada semana, e a alegada falta de supervisão do Banco de Portugal, então liderado pelo socialista Vítor Constâncio, sobre o BPN. E também a questão do dinheiro disponível nos cofres do Estado na Primavera de 2011 – cerca de 300 milhões de euros -, quando o PEC IV não foi aprovado e Portugal teve que pedir ajuda internacional.

Os "arquivos", o "advogado do diabo" e o "insulto"
Depois de tentar várias vezes contrariar os “arquivos” de Rodrigues dos Santos,  José Sócrates questionou a postura do jornalista, que lhe fazia várias perguntas. “Eu compreendo o seu ponto de vista. Você acha que nestas circunstâncias se deve comportar de forma adversarial, no sentido de se colocar no papel do advogado do diabo… Estou a citá-lo bem? [O jornalista havia dito que lhe cabe fazer esse papel, justificando as suas diversas perguntas]. Mas até o advogado do diabo pode ser inteligente e pode perceber. Não basta papaguearmos tudo aquilo que nos dizem para fazermos uma entrevista”, ao que José Rodrigues do Santos respondeu, já depois de uma longa resposta de Sócrates, minutos depois: “Muito bem. Fica registado o seu insulto, ao qual não vou responder.”

Apesar da curiosidade e interesse que esse novo formato possa vir a despertar no futuro, a verdade é que a performance do Telejornal este domingo representa uma descida em relação às duas semanas anteriores.

A 29 de Março, com João Adelino Faria como pivot, o telejornal teve um rating de 7,9%, o que equivale a 765 mil espectadores. Foi num sábado, o que significa que Sócrates não tinha a concorrência de Marcelo Rebelo de Sousa, à mesma hora, na TVI. Mas tinha a de outro antigo líder do PSD, Luís Marques Mendes, no Jornal da Noite da SIC, cujos 10,2% de rating significaram 988 mil espectadores.

No dia 23 de Março, quando José Rodrigues dos Santos se estreou a interpelar José Sócrates, o Telejornal foi seguido, em média, por 639 mil pessoas, ao passo que o Jornal das 8 da TVI teve 1,423 milhões de espectadores.

 

SABEM!...O SUBLINHADO A VERMELHO É DA MINHA AUTORIA PARA REALÇAR O LADO MUITO SAGAZ DE SÓCRATES AO DEIXAR NO AR QUE OS ARQUIVOS DE JOSÉ RODRIGUES DOS SANTOS TERÃO POR BASE O SEU ROMANCE " A MÃO DO DIABO "(INTERESSA TER LIDO PARA O PERCEBER)....

CONTUDO...VOU MAIS PARA A OPINIÃO DE UMA ESPECIALISTA EM NUTRIÇÃO DE SEU NOME SRª ANA BRAVO QUE DIZ:

http://www.vidas.xl.pt/noticias/nacionais/detalhe/ana_bravo_socrates_deve_cortar_no_queijo.html

Ana Bravo: "Sócrates deve cortar no queijo"

Ler mais em: http://www.vidas.xl.pt/noticias/nacionais/detalhe/ana_bravo_socrates_deve_cortar_no_queijo.html

É QUE EM ENTREVISTA...AO SER-LHE PERGUNTADO ««« SE TIVESSE DE PRESCREVER UMA DIETA A UM POLÍTICO PORTUGUÊS,QUAL ESCOLHERIA E PORQUÊ?»»»RESPONDEU..." O EX-PM JOSÉ SÓCRATES DEVE CORTAR NO QUEIJO PORQUE ANDA COM PROBLEMAS DE MEMÓRIA....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49


QUANDO A VERDADE É " INILUDÍVEL "!

por O Fiscal, em 04.04.14

PARA MIM...O CONFRONTO HOJE NA AR ENTRE O PM SR. PEDRO PASSOS COELHO E O LÍDER DA OPOSIÇÃO/O DEPUTADO/SECº GERAL DO PS/SR. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO FOI DECEPCIONANTE!...ALIÁS A MELHOR CARACTERIZAÇÃO DO OCORRIDO FÊ-LA ALI O DEPUTADO/SECº GERAL DO PCP SR. JERÓNIMO DE SOUSA(sic) " DIZ O ROTO AO NU..."TROCAVAM-SE GALHARDETES SOBRE O QUE CADA UM DIZ E FAZ HOJE EM RELAÇÃO A OUTRORA E VICE-VERSA...POR EXEMPLO A CERTA ALTURA ESTAVA EM CAUSA A POSIÇÃO(OU SUA OSCILAÇÃO)DE CADA UM RELATIVAMENTE AO CUMPRIMENTO OU SUA FALTA DO DITO MEMORANDO DE AJUSTAMENTO(DITO RESGATE TROIKANO)...É QUE É VERDADE TER HAVIDO POR PARTE DE AMBOS ALGUMA EVOLUÇÃO(EMBORA ÁS VEZES CONTRADITÓRIA)SOBRE VÁRIAS  MATÉRIAS...DAÍ QUE CHEGADOS AOS TEMPOS ACTUAIS QUIÇÁ SE IMPUSESSE ACTUALMENTE A AMBOS UMA CERTA CONTENÇÃO NOS ATAQUES E MELHOR APROXIMAÇÃO NO OBJECTIVO QUE É PRECISO TER EM CONTA DENTRO DE POUCO MAIS DE UM MÊS(OU SEJA O MODO DE SAÍDA DO PROGRAMA)JÁ QUE DE SEGUNDO RESGATE NÃO FARÁ SENTIDO FALAR HOJE...MAS A POLITIQUICE/INTERESSES PARECE MESMO CEGAR LEVANDO A ESTRATAGEMAS DUVIDOSOS...POIS FOI ISSO MESMO QUE A CERTA ALTURA SE VERIFICOU QUANDO PERANTE DESAFIOS DESLOCADOS E DESPROPOSITADOS(QUE ELE SABE TÊM DE SER ESCLARECIDOS ATÉ FINAL DESTE MÊS)DO SR. AJS A PPC ESTE RESPONDEU NA MESMA MOEDA...COMO SEGUE:

http://www.publico.pt/politica/noticia/passos-usa-mutualizacao-para-legitimar-austeridade-contra-o-ps-1631069?...Foi um confronto aceso e que provocou momentos mais vivos que o habitual entre o primeiro-ministro e o líder do principal partido da oposição. O debate quinzenal desta sexta-feira arrancou logo sob o signo de ataque...Cortes? Quais cortes?
O tom inflamado entre os dois piorou quando Seguro confrontou Passos com a polémica à volta dos cortes permanentes. "Diga com clareza quais os cortes permanentes que está a preparar" exigiu o socialista, depois de acusar o primeiro-ministro de estar a esconder novas medidas devido à proximidade das eleições europeias. Insistindo, por mais de uma vez durante o debate, não ter em grande conta “a palavra” do chefe do Governo....

As notícias do 2º resgate
O debate manteve o clima elevado quando Passos Coelho acusou António José Seguro de “defender” um segundo resgate e até citou uma notícia de 9 Julho de 2013, em plena crise política. A resposta mais dura do líder socialista veio já no final do debate: “Foi de baixo nível”.

 

Num frente-a-frente em que Passos Coelho tentou colar os socialistas ao BE, o primeiro-ministro acusou o secretário-geral do PS de ter defendido um segundo resgate, mas que já deveria ser negociado por um novo Governo, com uma renovada legitimidade democrática. E leu uma notícia de 9 de Julho de 2013, dias depois do pedido de demissão de Paulo Portas e quando se estava em plena crise política.

 

Logo em seguida, António José Seguro respondeu: “Nunca defendi um segundo resgate para o país”. Os socialistas argumentam que o secretário-geral só falou em segundo resgate quando respondia ao primeiro-ministro.

 

A questão seria retomada pelo líder da bancada do CDS, Nuno Magalhães, que citou várias notícias para insistir que Seguro fez menção a um segundo resgate como “inevitável”.  É esta a expressão de todas as notícias lidas, mas Nuno Magalhães conclui que “fica claro quem defendeu um segundo resgate”.

Como o líder do PS já não tinha tempo para responder no hemiciclo, falou depois aos jornalistas para dizer que a ideia de ter defendido um segundo resgate “é uma falsidade” e lamentou que o primeiro-ministro tivesse usado “uma estratégia de baixo nível”. Seguro considerou que esta foi uma “manobra de diversão” para esconder os cortes que vão ser aplicados....

E ONDE FOI BUSCAR PPC O OBJECTO DA ACUSAÇÃO A AJS?...

http://www.publico.pt/politica/noticia/seguro-diz-a-cavaco-que-so-vai-para-o-governo-depois-de-eleicoes-1599695#/0..."Só um novo governo tem condições e legitimidade democrática para renegociar um novo acordo para o país", concluiu o líder socialista....

EM CONCLUSÃO....SIMPLESMENTE LAMENTÁVEL...MAS...QUE FAZER...É A POLÍTICA AO SEU 

                                      MAIS ELEVADO OU MAIS BAIXO NÍVEL..CADA UM O CONSIDERARÁ....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:47


PORQUE " NÃO TE CALAS "?

por O Fiscal, em 03.04.14

HÁ ALTURAS EM QUE A DETERMINADAS PERSONALIDADES TALVEZ FOSSE MELHOR MANTEREM-SE CALADAS NO SEU CANTO....

DESTA VEZ...FOI O CASO DO EX-MF DO EX-GOVERNO SÓCRATES SR. TEIXEIRA DOS SANTOS...VEJA-SE:

 

http://www.publico.pt/politica/noticia/teixeira-dos-santos-contraria-durao-barroso-sobre-pedido-de-ajuda-externa-1630814

 

 

 

 

Teixeira dos Santos contraria Durão Barroso sobre pedido de ajuda externa

 

 

Ex-ministro explica que foi a dificuldade em colocar dívida do exterior que levou ao pedido de ajuda e não um problema de saldos de caixa.

O ex-ministro das finanças socialista Teixeira dos Santos contrariou o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, sobre a situação financeira em que se encontrava Portugal e as razões que levaram ao pedido de ajuda externa.

Teixeira dos Santos, numa entrevista ao Diário Económico desta quinta-feira, garante que Portugal foi obrigado a recorrer à ajuda externa o dia 6 de Abril de 2011 porque deixou de ter condições para colocar dívida pública junto de investidores estrangeiros e não por causa de qualquer dificuldade de saldos de caixa do Estado.....Na entrevista, Durão Barroso, primeiro-ministro entre 2002 e 2004, eleito pelo PSD, afirmou que Portugal estava numa "situação financeira limite e que tinha, à data, cerca de 300 milhões de euros em caixa para pagar as suas responsabilidades, o que acabou por forçar o pedido de ajuda"...

 

Comentários:

 

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

 

Aposentado , Abrantes

 

 

Não teria sido mais útil para o país e para ele próprio,o sr. Teixeira dos Santos ter ficado calado sobre esta matéria..a não ser que ele julgue que a maioria de nós sômos uns verdadeiros "papalvos"..é que ele vem aqui com a pretensão de desmentir o sr. Durão Barroso..ora..parece-me que JMDB o que disse foi que o país por volta do dia 6/4/11 só tinha uma liquidez de caixa de cerca de 300 milhões de euros e que no seu entender isso foi um dos factos que tornaram inevitável o pedido de ajuda externa..TS diz que não foi bem assim mas a dificuldade de acesso aos mercados..será que TS se esqueceu..por um lado..duma célebre reunião dele próprio com os banqueiros na manhã do dia 6/4..e por outro lado de que foi ele quem declarou na altura que havia riscos p/salários e pensões salvo erro em junho?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

ESTÁ DEVERAS A TORNAR-SE " CANSATIVO " DESDE HÁ UNS MESES PARA CÁ...TODOS OS DIAS SÔMOS BOMBARDEADOS COM O QUE ME PARECE JÁ REVESTIR UMA COMPLETA " INTOXICAÇÃO PÚBLICA "....

REFIRO-ME A DOIS TEMAS DA ACTUALIDADE...««A SAÍDA DA TROIKA!»» E «« O DEO! »»....

SOBRE O PRIMEIRO HOJE A DISCUSÃO É Á VOLTA SE ELA É LIMPA OU CONDICIONADA...E ULTIMAMENTE TAMBÉM EM QUE DATA SERÁ...FACE AO PERÍODO ELEITORAL QUE SE APROXIMA....

SOBRE O SEGUNDO HOJE A DISCUSÃO É SE O DOCUMENTO DE ESTRATÉGIA ORÇAMENTAL COM AS MEDIDAS PARA 2015 ESTÁ OU NÃO A ESCONDER ALGO E EM QUE DATA VIRÁ A LUME(NO CONCRECTO OU DISSIMULADO)...FACE AO PERÍODO ELEITORAL QUE SE APROXIMA....

ÁCERCA DAS DUAS TEMÁTICAS ASSISTE-SE A OPINIÕES E CONTRA-OPINIÕES VINDAS DE BEM CERTAS PERSONALIDADES QUER DA ÁREA POLITIQUEIRA OPOSICIONISTA QUER (PSEUDO!) PARTIDÁRIA DO PODER...ALGUMAS DAS QUAIS AINDA NÃO HÁ MUITOS MESES ACENAVAM COM UMA TAL " DESGRAÇA GOVERNAMENTAL "... NÃO SE EXIMINDO A PONDO DE LADO UMA POSSÍVEL SAÍDA ALGO HONROSA DO AJUSTAMENTO A QUE ALGUNS DELES MESMOS NOS OBRIGARAM APONTAVAM SIM PARA UM  NOVO RESGATE TROIKANO... AO MESMO TEMPO QUE SOBRE NOVAS MEDIDAS DEIXAM NO AR QUE ALGO DE TENEBROSO ESTARÁ A SER PREPARADO...TUDO QUE O GOVERNO ESTARÁ A FUGIR DE CONCRETIZAR NAS ALTURAS CORRECTAS EMPURRANDO ESTRATÉGICAMENTE COM A BARRIGA SÓ PARA DEPOIS DE 25 DE MAIO(DATA DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS)....ORA TODA ESTA TÁCTICA JÁ ENFADA...

CONTUDO PARA MIM(E ESPERO NÃO SAIR DESILUDIDO) TENHO QUASE A CERTEZA ABSOLUTA QUE O PM SR. PEDRO PASSOS COELHO(FACE AO QUE NOS HABITUOU)IRÁ FAZER TODOS OS POSSÍVEIS PARA HONRAR O DEVER OU SEJA ATÉ 17 DE MAIO SABEREMOS QUAL A SAÍDA TROIKISTA E ATÉ FINAL DE ABRIL SABEREMOS QUE MEDIDAS MAIS NOS ESPERAM...DE MODO QUE QUANDO FORMOS A VOTOS EM MAIO SABEREMOS COM O QUE CONTAMOS DE UM DOS LADOS MAS TAMBÉM NA SANTA IGNORÂNCIA DE ALTERNATIVAS DOS LADOS CONTRÁRIO....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:33


ELES FALAM...FALAM...!

por O Fiscal, em 01.04.14

ELES...E MUITOS OUTROS...FALAM..FALAM..!....MAS COMO...NÃO OS VEJO A..DIZER..O ESSENCIAL...FICO " Á ESPERA DA VERDADE/VERDADINHA "...QUE TENHO A ABSOLUTA CERTEZA...UM DIA...SABEREMOS....

JÁ ESTARÃO A PENSAR AO QUE VEM ISTO?....ENTÃO TÁ BEM!...TRATA-SE MAIS UMA VEZ DO BPN.....

...VAMOS LÁ(MAIS UMA VEZ) A SABER:

 

http://www.publico.pt/politica/noticia/constancio-nao-se-recorda-de-ter-sido-convocado-por-barroso-sobre-o-bpn-1630606

 

 

 

Constâncio não se recorda de ter sido convocado por Barroso sobre o BPN

 

 

Ex-governador do Banco de Portugal reage a entrevista de Durão Barroso.

 

Vítor Constâncio, ex-governador do Banco de Portugal, desmentiu nesta terça-feira implicitamente Durão Barroso, ao afirmar que não se recorda de alguma vez ter sido chamado pelo ex-primeiro-ministro para explicar o que se passava no Banco Português de Negócios (BPN).

 

As declarações do actual vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE) foram feitas em reacção à entrevista de Durão Barroso do passado fim-de-semana ao Expresso e à SIC, em que afirmou: “Eu, quando era primeiro-ministro, chamei três vezes o Vítor Constâncio a São Bento para saber se aquilo que se dizia do BPN era verdade”.

 

“Depois de tantos anos, não me recordo se alguma vez fui convocado expressamente sobre assuntos relativos ao BPN”, reagiu Constâncio aos jornalistas, à margem de uma reunião dos ministros europeus das Finanças, em Atenas. “Mas recordo que, numa conversa geral, se falou do BPN, em termos de preocupações com o BPN, mas sem nada de muito concreto”, acrescentou.

 

Convocado “alguma vez expressamente e exclusivamente para falar sobre o BPN, honestamente, não me recordo”, insistiu. “Mas estive várias vezes com o então primeiro-ministro e falámos de muitas coisas, e, como disse há pouco, também do BPN, embora, repito, sem qualquer evidência sobre irregularidades concretas que pudessem ser imediatamente investigadas”, vincou.

 

“Sobre esta questão, o mais importante é que nunca recebi qualquer informação sobre possíveis irregularidades concretas no BPN”, disse ainda Constâncio, considerando que este foi o banco “de todo o sistema mais vezes inspeccionado pelo Banco de Portugal”, o que conduziu, “ao longo dos anos, a impor aumentos de capital, a partir de certa altura acima dos mínimos regulamentares, a aumentar provisões e a impedir que o banco abrisse o capital na bolsa”. Ou seja, “houve actividade naquilo que é a supervisão, que, evidentemente, actua dentro de certos limites, que, por vezes, não são totalmente compreendidos”, frisou.

 

Ainda segundo o ex-governador, “só em 2008” o Banco de Portugal recebeu “uma carta anónima que permitiu uma investigação que conduziu, pouco tempo depois, à obtenção da confissão pela então recente gestão do banco de que existia uma dupla contabilidade no BPN, sendo que uma contabilidade era secreta, para esconder irregularidades e perdas”. Uma situação que constitui, “dada a fraude existente, um caso criminal”, sublinhou.

Comentários:

 

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

 

Aposentado , Abrantes

 

 

Não vou dizer em quem acredito mais...se no sr. Durão Barroso se no senhor sr. Vítor Constâncio...mas...há uma coisa da qual qualquer deles e bem assim muitos mais que por aí têm andado a pronunciar-se sobre o BPN ainda não me convenceram (e incluo aqui quer o ex-MF sr. Teixeira dos Santos quer o ex-PM sr. Sócrates)...é que não acredito até prova em contrário que muitas dessas " personalidades do poder " não tivessem conhecimento fosse do que fosse do que se passava naquele grupo financeiro em data pelo menos imediatamente anterior áquele fim de semana de Novembro de 2008...ou seja precisamente quando ocorreu naquela 6ª feira buscas judiciais e antes que terminasse o "weekend" ocorrresse a nacionalização(não do grupo mas do BPN)...contudo a pouco e pouco lá vêm dados até ao dia final...!!

 

MAIS AINDA....REPAREM NAS CONTRADIÇÕES:

1- BARROSO(PM ENTRE 2002-2004) DIZ QUE FALOU NESSA QUALIDADE COM O GOVERNADOR DO BdP(CONSTÂNCIO)SOBRE O QUE SE PASSARIA NO BPN...CONSTÂNCIO DIZ QUE NÃO SE LEMBRA DO CONCRECTO MAS DE ALGO " NO AR "(PELO QUE NÃO FEZ NADA!)....2 - PELO QUE SE DEDUZ DO DITO POR BARROSO(LÁ PELOS ANOS 2002-2004)JÁ HAVERIA "SUSPEITAS!"...CONSTÂNCIO DIZ QUE SÓ EM 2008 EM FACE DE CARTA ANÓNIMA É QUE ACTUOU(CLARO FÊ-LO APÓS AS CITADAS BUSCAS COMO DEIXA SUBENTENDIDO NA PARTE FINAL DA SUPRACITADA LOCAL).......MAIS PALAVRAS PARA QUÊ...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:51

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D