Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




UTOPIAZINHA????

por O Fiscal, em 02.10.16

https://www.publico.pt/politica/noticia/a-utopiazinha-de-marcelo-e-por-a-esquerda-e-a-direita-a-dialogar-1745953

 

 

A "utopiazinha" de Marcelo é pôr a esquerda e a direita a dialogar

Presidente encerrou o festival literário Folio e sugeriu que a próxima edição tenha como tema a revolução.

 
O Presidente apareceu de surpresa no encerramento do Folio

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, confessou este domingo ter a "utopiazinha" de pôr a esquerda e a direita a dialogar e criticou a falta de diálogo e o desconhecimento entre os vários quadrantes da vida nacional.

"Uma utopiazinha pequenina era, na altura em que eu tomei posse [como Presidente da República], eu dizer que era possível distender a sociedade portuguesa e pôr a falar a direita com a esquerda, as várias direitas entre si, as várias esquerdas entre si e as várias esquerdas com as várias direitas", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa."É uma utopiazinha, mas acho que é uma boa utopia", acrescentou o Presidente, sublinhando a importância de "as pessoas falarem mais", para se conhecerem, porque "se não se falarem nem sequer se conhecem".

Uma utopia que levou hoje Marcelo Rebelo de Sousa a "transigir um bocadinho na correção" e a criticar "os vários quadrantes da vida nacional" que, quando ouve falar, lhe deixam "a noção exacta de que se desconhecem".

A sensação do Presidente da República é que, "se perguntasse o que pensa que vai na cabeça daquele ou daquela responsável", a probabilidade de "não acertarem uns em relação aos outros, provavelmente é muito elevada, por falta de diálogo e falta de conhecimento, independentemente de concordância ou discordância".

A utopia de Marcelo Rebelo de Sousa foi partilhada em Óbidos, onde o Presidente fez uma visita surpresa ao Folio - Festival Literário Internacional de Óbidos, numa reviravolta de agenda, já que na sexta tinha desmarcado a sua participação no encerramento do festival.

Na sua segunda visita ao festival, onde já tinha estado na quarta-feira, o Presidente reafirmou as ideias que já nessa ocasião tinha partilhado sobre "utopia", tema desta edição.

Num registo bem-disposto Marcelo respondeu às perguntas e apelos do público, que versaram desde os pedidos para "tirar uma selfie" com o Presidente, aos motivos que o levaram a vetar a lei do sigilo bancário ou situação política do Brasil.

Remetendo a selfie para o final da sessão para não ser acusado de "empobrecimento populista da democracia", o chefe de Estado reafirmou o argumento da "inoportunidade" para vetar a lei e contornou a questão do Brasil defendendo que "os Governos passam", e aquele será "o último país a deixar morrer a utopia".

Numa sessão com lugar a elogios ao ex-Presidente da Republica Jorge Sampaio [sobre a proposta de solução para os refugiados estudantes universitários], ou ao fotojornalista da Lusa, Mário Cruz [pela edição de um livro sobre as crianças talibés escravizadas], Marcelo Rebelo de Sousa incentivou à utopia, individual e colectiva e, no final do debate, sugeriu mesmo um tema para a próxima edição do Folio.

"Sugiro Revolução, porque se comemoram os 100 anos sobre a revolução soviética que marcou o seculo XX", disse Marcelo, arriscando ser considerado "um pouco provocatório, que um Presidente da República sugira uma revolução".

A visita de Marcelo Rebelo de Sousa marcou o encerramento da segunda edição do Folio que desde 22 de Setembro celebrou em Óbidos os 500 anos da 'Utopia' de Thomas More, o Ano Internacional do Entendimento Global, o centenário do nascimento de Vergílio Ferreira, os 500 anos da morte do pintor Hieronymus Bosch e os 400 da morte dos clássicos William Shakespeare e Miguel de Cervantes.

 

Comentários

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

Aposentado , Abrantes

Claro que Marcelo Rebelo de Sousa, já desde antes de ser PR, vem " sonhando!" com esta aqui caracterizada sua ««« utopiazinha »»». Manifestou-a de diversas formas quer por acção quer por omissão e continua agora, embora de modo mais subtil, a mexer os seus " cordelinhos! ", só que muita gente, não o percebeu, não o quis perceber ou procurou dissimulá-lo e continua a não o perceber, não o querer perceber ou a procurar dissimulá-lo. Nos últimos tempos os sinais têm sido bem evidentes, só quem for " cego e surdo! " é que não descortina o que está por trás dessa mesma " utopiazinha! ", que faz parte dos planos de uns tantos e vários "Marcelistas/Costistas" que se ouvem/veem/leem por aí. É caso para dizer, principalmente, aos laranjas/laranginhas que se ponham a pau....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:21



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D