Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



https://www.publico.pt/economia/noticia/regras-obrigam-a-proposta-de-suspensao-de-fundos-a-portugal-defende-a-co

Regras obrigam a proposta de suspensão de fundos a Portugal, defende a Comissão

Documento que prepara comissários para a discussão com o Parlamento Europeu assume proposta de suspensão, mas feita “de forma cuidadosa”.

 
Comissão Europeia irá iniciar diálogo com o Parlamento Europeu sobre fundos portugueses

Os comissário europeus Jyrki Katainen e Corina Cretu preparam-se para, na próxima segunda feira, defender no Parlamento Europeu que as regras europeias forçam a Comissão a propor ao Conselho uma suspensão dos fundos a Portugal e à Espanha, aceitando-se apenas que essa medida terá de ser aplicada “com prudência” e “de forma cuidadosa”.

Num documento produzido pelo executivo europeu - e divulgado pelo site noticioso Politico.eu - para preparar o arranque do “diálogo estruturado” que irá ter lugar entre a Comissão e o Parlamento Europeu sobre uma eventual suspensão dos fundos aos dois países ibéricos, confirma-se a ideia de que irá estar em cima da mesa a aplicação da medida, mas a níveis reduzidos.

Logo nas suas intervenções iniciais, prevê o documento, os comissários deverão salientar que “a Comissão é legalmente obrigada a fazer uma proposta ao Conselho de suspensão de parte dos compromissos para os programas de fundos estruturais para 2017 de Portugal e Espanha”. Esta regra “é fixada” no artigo 23 do regulamento que governa os fundos estruturais, assinala a Comissão, defendendo que “a legislação não oferece qualquer lugar para discricionariedade”.

Isto não significa que a aplicação de uma suspensão de fundos seja certa, uma vez que, depois de receber a recomendação, o Conselho tem sempre a possibilidade de não a aceitar, embora tal tenha de ser feito através de uma maioria qualificada dos governos da UE.

No documento de preparação é ainda evidente a preocupação em deixar claro que a Comissão pretende evitar a ocorrência de impactos negativos na economia dos dois países. Os comissários preparam-se por isso para repetir aos deputados europeus a ideia de que uma suspensão “não irá ter qualquer impacto de curto prazo” nos projectos já a decorrer, garantindo que qualquer limitação em relação a novos projectos “será imediatamente retirada depois de Portugal e Espanha adoptarem uma acção efectiva para reduzir o seu défice”.

Além disso, a Comissão, embora diga que não tem espaço de manobra para não recomendar uma suspensão, assume que tem a possibilidade de definir a dimensão dos limites impostos. “A Comissão pode fazer uma proposta de suspensão que fica bem abaixo do máximo definido na legislação”, deverão deixar claro os comissários, que pretendem “passar a mensagem que [a suspensão] irá ser aplicada de forma prudente e, portanto, de forma cuidadosa”.

A Comissão não define uma data para que seja feita a recomendação, garantindo querer ouvir primeiro a opinião dos deputados europeus.

 

Comentários:

JOÃO ALEXANDRE-ABRANTES

Aposentado , Abrantes

Ora essa...devem é estar a brincar!... primeiro era as sanções... agora é a suspensão de fundos... tanto a Comissão Europeia como o Parlamento Europeu parecem um tanto aquele dito popular! ««« agarrem-me senão eu mato-o »»». É que é caso para nos interrogarmos, mas afinal, o que pretendem eles com estas ameaças?, bem faz e diz o nosso Grande! PM sr. António Costa " Vejam lá... Vejam lá... se forem por aí... metemos-os em Tribunal ". Nem mais..então não querem lá ver... como dizem os nossos PM e PR isto está tudo a correr bem e perfeitamente controlado cá pelo nosso burgo e vêm agora estes " tecnocratas! " a quererem desestabilizar... tenham mas é juízo e deixem os nossos briosos governantes actuais em paz, que bem precisam, a bem deste nosso Portugal....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D